Noite #Farol

Direção: As Inigualáveis Irmãs Cola

MESTRE DE CERIMÔNIAS: “MARQUIHOS”

Elenco:

Luiz Felipe Choco – @passedasgalaxias

Danillo Tenucci – @danillotenucci

Tapete Preto – @tapete_preto

Mar – @viagensdemar

Matheus Davi – @matheusdavi00

CATEGORIA FAROL:

Luiz Felipe Choco – @passedasgalaxias Passe das galáxias é um número criado a partir da pesquisa de malabaristas do ABC paulista,que busca explora técnicas de passe de claves em grupo isolamentos. O número explora diversas técnicas de malabares com claves de luz. Três malabaristas manipulando os leds no escuro total, criando imagens surpreendentes diante de seus olhos.

Danillo Tenucci – @danillotenucci

Artista circense que mescla em sua pesquisa humor, teatro físico, malabarismo e equilíbrio em seus atos e cenas. Formado pelo Galpão do Circo no projeto Aprendiz em 2019 e estudante da SP Escola de Teatro na atualidade. Começou sua trajetória circense fazendo malabares nos semáforos em São Paulo no ano de 2015. Em 2016 viajou pela América Latina malabarizando por países como Paraguai, Bolívia e Chile. 

Atua de maneira solo nos palcos e ruas de São Paulo e também com o duo “Irmãos Figura” no qual é membro co-fundador. Diretamente do ABC paulista dando um show dentro e fora das quadras, o  jogador profissional da série F do brasileirão mostra que além de domínio com a bola também sabe suas peripécias com malabarismo. O circo e o futebol se encontram neste universo recheado de habilidades.

Tapete Preto – @tapete_preto

Começou a jogar malabares em 2015, na rua, aprendendo com outros malabaristas. Em sua trajetória de 6 anos como profissional do circo foi agregando truques e materiais ao seu número, a partir de trocas com outros artistas e contato com territórios distintos. O número que é apresentado hoje em sua rotina conta com os seguintes materiais de manipulação: 1 cone de trânsito, 2 bolas, 3 claves, 1 colher, 1 capacete e 1 bambolê. Tapete é artesão, produz seus brinquedos e figurinos para construção de sua identidade.

O artista também é poeta de rua, se apresenta em saraus e de maneira independente, em espaços públicos.” O ano é 2021 e um espaço público é ocupado por um cone de trânsito e um artista. Em uma extensão da sua rotina diária de trabalho, arte e resistência, Tapete Preto apresenta seu número de malabarismo e equilibrismo, transformando objetos e dando um novo significado à rua para aqueles que estão de passagem dentro ou fora dos carros. Nesse número são utilizados 1 cone, 2 bolas, 3 claves, 1 colher, 1 capacete e um bambolê.

Mar – @viagensdemar

Pratico há mais de 8 anos malabares (bolas, claves, hula hoops, bola de futebol e dissociação entre esses objetos) também atuo em semáforos e eventos, além de ter participado de convenções de circo e varietes, como público e número, no Brasil, Argentina e Paraguay. Também participei da noite das minas no circo na nuvem em 2020. 

Sou Mar, trabalho com malabares há mais de 8 anos e nesse número apresento um pouco das minhas habilidades com hula hoops e claves. 

Matheus Davi – @matheusdavi00

Firmado na escola de circo Spasso em Belo Horizonte. Trabalho com circo profissionalmente ha 08 anos. Experiência em aulas de circo, shows variados (como eventos corporativos, festas, espetáculos temáticos, programas de televisão, circos). Já trabalhei também com saltos ornamentais em shows. Atualmente estudando e aperfeiçoando meu número de equilibrismo em escada.”

Número tradicional da escada bartolete ou escada livre. Este número surgiu na minha vida através  da vontade de resgatar uma modalidade que não era muito vista nos dias de hoje. Somando equilíbrios, acrobacias e malabares fui desenvolvendo minha performance na escada e este é o resultado desse meu novo projeto: uma mistura de alegria, ritmos e muita adrenalina.

Deixe um comentário