Dinâmicas Terapêuticas de Grupo

Ao longo da convenção, teremos três encontros para trabalhar com Dinâmicas Terapêuticas de Grupo. A proposta é juntar circenses a profissionais da psicologia para compartilhar processos, dinâmicas e caminhos. Conheça um pouco mais sobre cada uma das propostas:

18/03 – Quinta-feira, das 15h às 16h30:

Dinâmica de Grupo com Psicoterapia do Movimento – “Longe dos Olhos, Perto do Coração : o que os olhos não vêem o coração sente”

Condução: Gabriela Christovam Borges – Psicóloga e Psicoterapeuta do Movimento

Descrição da Proposta:  O intuito desta vivência é perceber a adaptação do corpo (sensação, sentimento, emoção, movimentação no espaço) sem o suporte da visão. É observar como alguém se comporta quando ninguém está olhando e há espaço para cuidar de si e apenas ser. Ou inteirar-se de poucos olhares cuidadosos e, talvez, se abrir para um movimento mais vulnerável. Uma experimentação de mergulho interno e abertura para o novo!


19/03 – Sexta-feira, das 15h às 16h30

Dinâmica de Grupo com Psicoterapia do Movimento – “Desnudar-se : A coragem, a ousadia e o amor de descobrir o corpo para se descobrir” | Condução: Gabriela Christovam Borges, Psicóloga e Psicoterapeuta do Movimento (CRP-SP 06/68210)

Descrição da Proposta: O intuito desta vivência é experimentar uma metáfora corporal e utilizar-se da recursos simbólicos para tanto. Com nossa capacidade imaginativa, nos vestiremos daquilo que é saudável e nos protege. E nos despiremos de que tudo aquilo que já não faz mais sentido carregar. Após aquecimento, exploração e ampliação corporal, a movimentação nos apoiará a construir e a processar essas analogias.

21/03 – Domingo – 16h às 17h30 | “Dinâmica de Sensibilização Corporal em Grupo – “O que te move?: corpos circenses, suas sensibilidades e afetos” | Condução: Marcela Laino – Psicóloga e Terapeuta através do Movimento (CRP-RJ 05/51515)

Descrição da Proposta: Esta é uma atividade que visa sensibilizar corpos. Serão propostas experimentações que tragam a atenção de cada participante para como está seu corpo no momento presente, estimulando o contato com a dimensão encarnada – ossos, músculos, articulações, as partes que doem e que não doem – além dos aspectos subjetivos da existência corpórea – encontrando afetos e emoções que vibram a partir do momento em que nos colocamos disponíveis a eles. Vamos dar um passeio por nossos próprios movimentos, abrindo os poros da pele e exercitando o olhar para dentro, percebendo de forma sensível o que nos compõe, nos move e sustenta nossas existências no mundo.

Organização geral da programação de “Saúde Mental e Circo” na 1ª Convenção Online – Convenção na Nuvem: Marcelo “Mamute”

Deixe um comentário